Por Wesley Prado

Foto: Channel 4
Foto: Channel 4

Sem perder muito tempo, a gigante do audiovisual norte-americano HBO anunciou remake de Utopia, série de TV britânica que com uma ácida distopia cria um cenário um tanto quanto curioso. Na história, uma HQ chamada “The Utopia Experiments” é posta em cena como a reveladora dos principais segredos do último século e dos anos que estão por vir. Jogos de influências, poder e dinheiro ditam as regras nesse mundo real-fictício. Essa caixa de pandora moderna poria em risco políticos, cientistas e empresários influentes na tal sociedade e revelaria um projeto em curso de dominação global protagonizada por esses grupos.

No mesmo ano em que se espera a continuação da série, como anunciada ano passado pelos produtores, a HBO encomendou os seis episódios da primeira temporada e quer narrar, a sua maneira, onde está Jéssica Hyde (pergunta-problema que guia boa parte da temporada). A versão original estreou em janeiro de 2013 com uma audiência de 1.7 milhão. O interesse do público e da crítica fez os produtores anunciarem uma segunda temporada. A direção de Marc Munden e roteiro de Dennis Kelly serão substituídos por David Fincher e Gillian Flynn, respectivamente. Kelly estará na nova equipe como produtor executivo.

Foto: The Guardian
Foto: The Guardian

A série também problematiza temas como utilitarismo e superpopulação, assuntos recorrentes na sociedade. Além, claro, de mostrar que inimigos do status quo estão à solta e conspirando por ai.  Vejamos como a versão americana vai tratar os temas e se responderá o porquê de produzir um remake de maneira tão inesperada, especialmente num cenário de forte tensão política que o mundo vive hoje.  Ou é conspiração minha?

Clique aqui para assistir ao trailer.

Anúncios