Por Vinícius Damazio

Foto: Reprodução

O aplicativo Spotify, que permite escutar e comprar músicas por meio de streaming, lançou hoje o Spotify Artists, um site destinado a esclarecer o modelo de pagamento de royalties da empresa. Além de fornecer ferramentas analíticas, guias e conselhos aos artistas e editores, o site esclarece os números envolvidos nas operações. A empresa afirma ter pago US$ 500 milhões a detentores de direitos autorais somente em 2013, o que dá em torno de US$ 0,006 e US$ 0,0084 por cada música.

A revelação deve acalorar ainda mais o debate em torno do repasse de direitos autorais pelo aplicativo. Músicos como David Lowery e Damon Krukowski têm questionado as práticas de royalties de serviços de streaming e rádio on-line há anos. O vocalista do Radiohead, Thom Yorke, e seu companheiro na banda Atoms For Peace, Nigel Godrich, retiraram três discos do serviço. Yorke chamou o Spotify de “o último peido desesperado de um cadáver ao morrer”.

Da mesma forma, David Byrne argumentou que enquanto uma banda como Daft Punk pode fazer US$ 26 mil de 104,7 bilhões execuções Spotify de “Get Lucky”, esse valor não cubriria os custos de produção do mais recente álbum da banda, Random Access Memories, e são números crescentes que os músicos provavelmente nunca verão. Além de questionar o modelo financeiro do Spotify, o cantor Beck lamentou os problemas de perda de áudio com o streaming de música, dizendo que “é como assistir Cidadão Kane em seu telefone”.

Anúncios