Por Karina Lopes

Foto: Reprodução

O Instituto de Artes e Comunicação Social da UFF (IACS), teve o imenso prazer de receber em seu recém-inaugurado auditório, a 7ª edição do Controversas, nos dias 26 e 27 de novembro. Com o intuito de aproximar os alunos do cotidiano e do mercado de trabalho de jornalismo, o evento tem contribuído para fortalecer a imagem do curso dentro e fora da universidade, uma vez que a cada edição recebe nomes importantes do jornalismo brasileiro. Além disso, o Controversas abre espaço para que ex-alunos possam voltar à universidade, agora como profissionais, e que possam compartilhar suas experiências no mercado de trabalho.

Nesta edição, a temática se deu em torno das mídias alternativas e da democratização da informação, questões bastante pertinentes, que merecem uma reflexão cuidadosa principalmente pelos alunos do curso de jornalismo. Não só o jornalismo no Brasil, como em boa parte do continente latino americano, vive um momento determinante de transformações no modo de se produzir notícias. O Brasil, em particular, vive um processo interessante. Desde o início das manifestações, em junho desse ano, a prática de confecção da notícia, utilizada nas grandes mídias, foi posta em cheque e a discussão ganhou novo fôlego. Nesta edição, estiveram presentes jornalistas importantes, como Gilka Resende, repórter do jornal Brasil de Fato e Raquel Júnia, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A programação completa do que rolou e matérias sobre o evento você encontra no blog do Controversas.

Visite também a página do Controvesas no facebook

Auditório do IACS ficou cheio no Controversas Mídias Alternativas/ Foto: Reprodução
Anúncios