Por Jader Colombino

Foto: Reprodução

A guerra dos aplicativos de mensagens e grupos de bate-papo chegou ao Brasil. Com seus milhões de usuários no exterior, o WeChat chegou para conquistar um espaço liderado pelo Whatsapp e já ultrapassou a marca de 100 milhões de usuários.

O WeChat acredita que vai bater o Whatsapp com os serviços que o concorrente ainda não tem, como a tecnologia que permite ao usuário encontrar outros ao agitar o telefone, meio de pagamento, chamadas em vídeo em HD, integração com redes sociais e a ligação gratuita. Ele pertence à gigante chinesa Tencent, cotada na Bolsa de Hong Kong.

Recentemente a empresa chinesa investiu pesado em propaganda, veiculada na televisão através da massiva campanha publicitária estrelada pelo jogador argentino Lionel Messi. Confira o vídeo

O WhatsApp é o mensageiro instantâneo móvel mais popular do momento, totalmente gratuito e dá ao membro a opção de enviar não apenas mensagens de texto como arquivos multimídia aos contatos que também tenham o aplicativo instalado. A comunicação gratuita e recheada de opções, como emoticons e criação de bate-papo em grupo, é um dos atrativos. O aplicativo virou um verdadeiro sucesso entre usuários de smartphones a partir de 2012.

Os consumidores brasileiros estão interessados em telas cada vez maiores para seus smartphones, principalmente modelos de 5 polegadas. O mercado brasileiro de smartphones segue em ritmo acelerado: o crescimento no 1º semestre de 2013 foi de 99,6% sobre o mesmo período no ano passado, com vendas de 13,7 milhões de dispositivos.

Anúncios