Por Isabella Zonta

Foto: Reprodução

É bem possível que sua avó ou sua mãe já lhe falou algo do tipo: Você nunca dá valor ao que está próximo a você. Sábias palavras! Principalmente no que diz  respeito  a  seriados. As nossas televisões estão cheias de conteúdo de qualidade,  mas  que muitas vezes passam desapercebidos. Canais como a HBO e o Multishow realizam, em parceria com produtoras independentes brasileiras, inúmeras séries interessantíssimas. Oscar Freire  279 é um ótimo exemplo.

Com roteiro assinado por Antonia Pellegrino (Amor em 4 Atos) e direção de Marcia Farias, responsável pelo curta-metragem Estação – indicado à Palma de Ouro da categoria em 2010, Oscar Freire 279 estreou em 2011 com 15 episódios. A primeira série dramática do Multishow, conta a história de uma jovem arquiteta chamada Dora, interpretada por Lívia de Bueno (Paraísos Artificiais). Recém formada, Dora deixa a família de classe média em Curitiba para seguir o sonho de ser florista na cidade grande.

Foto: Reprodução

Para se sustentar em São Paulo, Dora consegue um emprego de vendedora em uma loja sofisticada na Oscar Freire, a rua mais badalada do comércio paulistano. Certo dia, conhece Beto, um cafetão, e em pouco tempo se torna uma prostituta. A série acompanha todas as etapas desta nova vida de Dora: do envolvimento com Beto, o primeiro a tratá-la como prostituta, ao auge como acompanhante de luxo de São Paulo.

De acordo  com  o portal Folha de SP,  Oscar Freire 279 teria uma segunda temporada confirmada para 2013. Até o momento, nenhum episódio apareceu. O que resta é esperar por  notícias do Multishow e  da Pródigo Films, responsável  pela produção do seriado.

Assista ao trailer:

Anúncios