Por Isabella Zonta

Foto: Reprodução

Pegando carona no sucesso de Glee, o seriado da NBC Smash estreou em 2012 para ampliar o gênero de Musicais para televisão. As semelhanças entre as duas séries, porém, param por aí, nos “números musicais”. Produzido por ninguém menos que Steven Spielberg, a premissa era grandiosa, instigante e bem mais séria: acompanhar a produção de um espetáculo original para Broadway inspirado na vida de Marilyn Monroe, expondo todas as dificuldades e todos os dramas intrínsecos ao business. A série (infelizmente) já é falecida. Após duas temporadas completas, Smash foi cancelada e fechou suas cortinas com seu último episódio sendo exibido em 26 de maio deste ano. Nada mais justo, então, do que homenagear a única parte memorável deste seriado – a trilha sonora.

Por se tratar de uma série que narra o passo a passo da concepção de um musical, é de se esperar que existam números originais. Os compositores Marc Shaiman e Scott Wittman, responsáveis pela adaptação do cult Hairspray de John Waters para Broadway, dão forma à Bombshell com baladas e números dançantes que narram a vida de Marylin Monroe. Smash, entretanto, ia para além de Marylin. A série narrava também a vida pessoal das personagens. Neste momento, músicas populares eram usadas como mecanismo narrativo. De Frank Sinatra à Florence and the Machine, passando por Billy Joe, Carrie Underwood e Michael Bublé. Esses são alguns dos artistas que compõem a trilha de covers de Smash.

A composição do elenco, sem dúvida alguma, impacta num produto final como este. Dublagem não existe aqui. A saída foi importar das rádios e da própria Broadway atores capazes de aguentar tal tarefa, os chamados “triple threats” (ameaça tripla em tradução literal) – os que dançam, cantam e atuam. Megan Hilty é grande exemplo. Ela vive uma de nossas protagonistas, Ivy Lynn, a garota ambiciosa que cresceu no teatro e fará tudo para ter o papel principal. Megan tem origem na Broadway, participando de produções grandiosas como Wicked. A rival de Ivy é outro bom exemplo. A intérprete de Karen Cartwright, a ingênua garota do interior que se muda para cidade grande para seguir o sonho de trabalhar em musicais, é Katharine McPhee , vice ganhadora da 5ª temporada de American Idol e cantora pop bem sucedida.

Entre participações especiais e personagens com arcos relevantes na história, as “importações” são inúmeras. Passaram por Smash os também da Broadway Christian Borle, Will Chase, Jessie L. Martin, Bernadette Peters e Liza Minnelli. Outros nomes, já conhecidos pelo grande público do cinema e da TV, também participaram de Smash, como: Anjelica Huston, Debra Messing, Uma Thurman  e Jennifer Hudson.

Durante a primeira temporada de Smash, rumores corriam pela internet que Bombshell, o musical fictício sobre Marylin Monroe produzido na série, poderia ser transportado das telinhas para o mundo real. Porém, foi Hit List, musical concorrente de Bombshell, que ganhará vida. Apresentado durante a segunda temporada da série, Hit List tem sua trajetória baseada na de Rent, clássico musical de apelo jovem e moderno que teve em sua concepção uma tragédia: seu criador morre antes de ver o musical pronto. Shaiman e Wittman também assinam as músicas de Hit List que contará com atores da série da NBC para encená-lo em forma de show em datas do mês de dezembro próximo em Nova York.

Anúncios