Por Fabrício Mainenti

Goiás 1 x 2 Flamengo

A primeira partida das semifinais da Copa do Brasil entre Goiás e Flamengo terminou melhor para os cariocas, que venceram a partida por 2 x 1. Mesmo jogando fora de casa, o time do técnico Jayme de Almeida conseguiu um grande resultado que lhe garante vantagem significativa para o jogo de volta no Rio de Janeiro, na próxima quarta-feira – mesmo se perder por 1 x 0 o rubro-negro se classifica, pelo critério de gols feitos fora de casa.

Todos os gols da partida foram marcados ainda no primeiro tempo. Aos 25 minutos, Paulinho abriu a contagem para o Flamengo, em boa Jogada iniciada pela esquerda. O atacante tabelou com o lateral André Santos, que o deixou livre dentro da área. Paulinho teve tempo de dar um bonito drible em defensor do Goiás antes de bater colocado, tirando do goleiro para selar o primeiro gol rubro-negro na partida. Aos 38, o lateral do Goiás Vitor, recebe na área livre para chutar cruzado e empatar o jogo, após bobeira do meio-campo do Flamengo Elias, que perdeu a bola na sua defesa, permitindo o gol adversário. A alegria do time da casa, porém, durou pouco. Dois minutos depois, Chicão fez mais um para o Flamengo. Em cobrança de falta precisa, o zagueiro rubro-negro garantiu o placar que deu a vitória ao time carioca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O gol serviu também como uma resposta de Chicão ao atacante Walter do Goiás, que na véspera do jogo, disse em vídeo veiculado na internet que iria “deitar e rola” em cima do Flamengo. O atacante do time esmeraldino não jogou a partida e corre risco de não atuar no segundo jogo também, pois está machucado. Ele assistiu à partida de camarote.

Apesar da derrota, o Goiás fez uma boa partida, pressionando o Flamengo durante praticamente todo o jogo. Apesar disso, o Flamengo conseguiu ser mais efetivo, principalmente no primeiro tempo. Por jogar em casa, contando com o apoio do seu torcedor, que compareceu em bom número ao estádio Serra Dourada, o Goiás foi para o ataque desde o início, criando boas chances. Tendo terminado o primeiro tempo em devantagem, o time esmeraldino voltou com tudo na segunda etapa e foi pra cima do Flamengo. Mesmo tendo terminando a partida com uma vantagem de 14 finalizações a 5 em relação ao Flamengo, O Goiás não conseguiu achar os gols e agora precisa se preparar para conseguir um bom resultado no jogo de volta no Maracanã, que promete ser bem disputado.

Gols: Goiás 1 x 2 Flamengo

Atlético-PR 1 x 0 Grêmio

O Atlético-PR venceu o Grêmio por 1 x 0 no primeiro jogo entre as equipes pelas semifinais da Copa do Brasil 2013. Jogando em casa, o furacão obteve resultado importante, pois além da vitória, o time nã sofreu gols, o que tende a ajudar o clube paranaense para o jogo de volta na próxima quarta-feira, na Arena do Grêmio – se o time empatar ou perder por um gol de diferença fazendo gol, passa de fase. Se isso de fato acontecer, será uma classificação inédita para o Atlético-PR.

O placar apertado é reflexo de um jogo difícil para as duas equipes, bem disputado, em que o furacão teve dificuldades para penetrar a boa defesa gremista. Os dois times se movimentaram bem, mas não criaram chances claras de gol – com exceção ao único gol da partida, marcado pelo atacante Dellatorre, aos 36 minutos do 1° tempo, que recebeu bom cruzamento da direita antes de cabecear para o gol, tirando do goleiro com perfeição.

Sem contar com seu trio ofensivo titular neste primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil, composto por Vargas, Kleber e Barcos, o Grêmio teve que utilizar os garotos Yuri Mamute e Lucas Coelho, que não conseguiram vazar a defesa adversária. Para a próxima partida, o Grêmio precisa evitar ao máximo tomar gols e, tão importante quanto, fazer os seus, para conseguir a classificação. O tricolor tem que vencer por dois gols de diferença pra pensar em se classificar. Caso vença pelo mesmo placar da primeira partida no tempo normal, o jogo será decidido nos penaltis.

Como de costume, o time contará com o apoio em peso de sua torcida, que promete lotar a Arena do Grêmio. Quanto a torcida, o Atlético-PR também não tem o que reclamar. O torcedor compareceu em bom número neste último jogo (15.162 pagantes) e apoiou o time durante toda a partida.

Melhores Momentos: Atlético-PR 1 x 0 Grêmio

Fonte

Anúncios