Por Débora Diettrich

FOTO Matéria sobre Spin off de TWD
FOTO Matéria sobre Spin off de TWD

O sucesso de The Walking Dead é surpreendente. O programa é atualmente o mais popular da televisão americana para o público entre 18 e 49 anos. Muito por conta disso, Robert Kirkman  e a AMC expandiram o universo da série para livros, videogames e brinquedos. Porém, parece que dezesseis episódios por temporada e mais atrativos fora do horário nobre não são suficientes para os aficionados por zumbis. A AMC anunciou em setembro deste ano que estão preparando uma nova série inspirada em The Walking Dead.

Com lançamento previsto para 2015, o spin-off  ainda é misterioso e pouca coisa foi divulgada. “Estamos ansiosos para trabalhar com Robert (Kirkman), Gale (produtor executivo) e Dave (Alpert, produtor executivo) novamente à medida que desenvolvemos uma história completamente nova com elenco e personagens diferentes. É um mundo enorme e não podemos esperar para dar aos fãs uma visão diferente sobre o apocalipse zumbi”, disse Charlie Collier, o presidente da AMC.

Para o criador de The Walking Dead, Robert Kirkman, a oportunidade de criar uma série que não esteja presa aos acontecimentos dos quadrinhos é algo que faz com sua criatividade cresça rapidamente. “O que mais me deixa ansioso com o spin-off é que eu me sinto competindo com meu ‘eu’ de 24 anos (quando começou a escrever The Walking Dead) e tenho que me superar. É um desafio divertido para mim”, acrescentou.

Os atores Andrew Lincoln, Danai Gurira, Norman Reedus, Lauren Cohan, Steven Yeun e Chad Coleman comentaram e deram suas opiniões sobre a nova série.

Andrew Lincoln (interpreta Rick)

Sempre existe um fascínio quando se assiste uma série como a nossa e alguém pensa, “Como começou? O que causou isso? Como curamos isso?” Mas isso vai de encontro com aquilo que a série quer fazer. O que adoro a respeito da série é que somos peões. Somos as pessoas que não sabem de nada. É isso que eu adoro a respeito dos episódios um e dois porque a nova ameaça é um resfriado comum que vai nos matar. Há um campo vasto para exploração porque trata da condição humana – é algo como um teste de laboratório selado a vácuo.

Danai Gurira (interpreta Michonne)

Eu adoraria ver como o governo respondeu ao surto e como ele sucumbiu. A quantidade de sistemas de segurança que este país tem para ver como tudo começou: O que era? Como descobriram e viram que saiu do controle. Adoraria entrar bem nessa perspectiva. Sempre queremos saber mais disso. Desvendar mais de como tudo saiu do controle e como tudo foi visto.

Norman Reedus (interpreta Daryl)

Eu gosto da ideia de um vilarejo cheio de crianças. Houve um episódio de Twilight Zone assim que eu gostei.

Lauren Cohan (interpreta Maggie)

Adoraria ver Maggie em uma ilha mas quero guardar isso para a nossa série! (Risos) Eu sei que o spinoff não tem nada a ver com nosso grupo. Eu gostaria de ver como esse mundo seria com muito mais pessoas. E se mudássemos para uma cidade subterrânea e tivéssemos pequenos túneis entre cidades? Acabei de ter uma visão em que olhava para o alto para uns arranha-céus e havia grades de celas ao longo do topo dos lugares para que pudéssemos passar de uma sala para outra em um esforço para manter as pessoas sob controle.

Steven Yeun (interpreta Glenn)

Seria legal fazer tipo uma série de comédia como Better Call Saul que talvez mostre o passado quando Glenn ainda entregava pizzas. Aconteceria bem antes de o apocalipse zumbi estourar.

Chad Coleman (interpreta Tyreese)

Nesse mundo, gostaria de ver outras comunidades e lugares. Buscaria uma forma de entremear o aspecto do apocalipse zumbi em diversas partes do mundo. Existe alguma forma de termos qualquer tipo de comunicação para descobrir o que está acontecendo no Egito? Ou existe alguma forma de ver o que está acontecendo no mundo de fora? Gostaria de ver mais sobre o envolvimento militar porque as pessoas frequentemente me perguntam como tudo aconteceu e essa é uma grande pergunta que eu tenho. Isso está além do meu salário!

Atualmente, The Walking Dead está na quarta temporada.

Anúncios