Por Luiza Gould

Foto: Reprodução

Sete livros, traduzidos para 64 línguas, que venderam mais de 450 milhões de cópias em todo o mundo e renderam à autora JK Rowling o título de primeira pessoa a se tornar bilionária por escrever livros. Esses são os números por trás do sucesso de Harry Potter, fenômeno mundial que encantou jovens e adultos e ainda ganhou uma série cinematográfica com a maior bilheteria de todos os tempos, US$ 7,7 bilhões. Nas telonas, os protagonistas dos livros de Rowling são interpretados por Daniel Radcliffe (Harry Poter), Rupert Grint (Rony Weasley) e Emma Watson (Hermione Granger). Conheça abaixo a história dos sete volumes de Harry Poter.

Embarcamos no mundo de bruxarias e grandes aventuras em Harry Potter e a Pedra Filosofal. O primeiro livro da série, publicado em 1997, conta a história de um menino deixado na porta da casa de seus tios, ainda bebê. Apesar de ser acolhido, Harry é tratado como um empregado da casa, mas vê sua vida mudar de repente no seu aniversário de 11 anos. Na data, ele fica sabendo que seus pais eram feiticeiros e foram assassinados por um bruxo das trevas, Lord Voldemort. Ele é então levado para Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts onde passa a aprender técnicas de magia. Sempre com seus novos e inseparáveis amigos Rony Weasley e Hermione Granger, Harry enfrenta pela primeira vez Voldemort para proteger a pedra filosofal, que dá vida eterna e o poder de fabricar ouro.

Já no segundo ano em Hogwarts, a aventura continua com Harry Potter lutando para fechar o portal que esconde um terrível monstro. Em Harry Potter e a Câmara Secreta, publicado em 1998, o jovem bruxo é acusado de abrir a Câmara colocando em perigo todos os trouxas, feiticeiros filhos de pessoas normais, como Hermione. Pouco a pouco os nascidos-trouxas vão sendo petrificados, inclusive a melhor amiga de Harry. Para desvendar esse mistério, provar sua inocência e salvar seus amigos, Harry Potter luta com grande cobra escondida na Câmara, enfrenta Tom Riddle, Voldemort disfarçado, e ainda resgata Gina, a irmã de Ron que foi possuída por Voldemort e abriu o portal.

Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (1999), o novo perigo enfrentado tem o nome de Sirius Black, feiticeiro acusado de matar de uma só vez 13 pessoas, e ajudar o Senhor das Trevas, Voldemort a matar os pais de Harry, seu afilhado. Depois de fugir do forte de Azkaban, Sirius vai atrás de Harry Potter. Guardas do forte são chamados para proteger a escola, mas se tornam ao mesmo tempo uma ameaça. Isso porque esses seres sugam a energia vital e a alegria de quem se aproxima deles. Apesar dos problemas, o jovem bruxo conta novamente com a ajuda dos amigos Rony e Hermione, do diretor de Hogwarts, Dumbledore, e de Hagrid, que o leva ao mundo da magia no primeiro livro. Ao final do terceiro volume descobre-se que Sirius não é o culpado pelos crimes de que era acusado.

Os perigos enfrentados por Harry ao longo dos três livros se tornam ainda maiores na quarta história da série, Harry Potter e o Cálice de Fogo, datada de 2000. Dessa vez Harry é selecionado para participar do Torneio Tribruxo, competição entre três escolas de magia, na qual os concorrentes passam por diversos desafios que podem ser mortais. Apesar de não poder participar por ser menor de idade Harry Potter é eleito pelo Cálice de Fogo, que escolhe magicamente os competidores, para participar do torneio representando Hogwarts ao lado Cedric Diggory. Depois de vencer os dois primeiros desafios, Harry consegue passar por um labirinto e chega até a taça, grande objeto da competição, acompanhado de Cedric. De lá eles são levados através da taça para um cemitério onde o companheiro de Harry é morto e o bruxo ainda luta com Voldemort, saindo vitorioso da batalha.

Quinto livro da série, com publicação no ano de 2003, Harry Potter e a Ordem da Fênix tem a rebelião como ponto central da história. Desta vez, Hogwarts é tumultuada depois da chegada de uma nova professora da disciplina de Defesa contra as Artes das Trevas. Dolores Umbridge resolve ensinar técnicas a partir de um livro e não acredita na volta de Voldemort. Os problemas continuam quando ela é intitulada Alta Inquisitora de Horgwarts. É quando Harry e seus amigos resolvem formar um grupo secreto chamado Armada de Dumbledore, no qual Harry Potter é o professor. Juntos os jovens bruxos tem que se unir para tirar a professora da escola e fazer com que o Dumbledore, afastado por ela, seja readmitido.

Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2005), o diretor Dumbledore e Harry embarcam em um retorno ao passado, ao mergulharem em um objeto conhecido como penseira. Eles passam a conhecer detalhes da vida de Voldemort, como o mecanismo usado pelo Senhor das Trevas para se manter vivo. O vilão cria os horcruxes, objetos que guardam parte da alma de Voldemort. Neste livro a rivalidade com Draco Manfoi, aluno de Hogwarts continua e o amor passa a ser um tema mais presente. Harry assume ser apaixonado por Gina, irmã de Rony, enquanto Hermione sofre com ciúmes ao ver Rony com outra menina. Na história deste volume acompanhamos ainda a morte de Dumbledore, assassinado pelo professor Snape, desafeto de Harry.

Sétimo e último livro da série, publicado em 2006, Harry Potter e as Relíquias da Morte traz o desfecho da história do menino bruxo. O fim dessa saga começa com o término da proteção que a morte de Lílian Potter rendeu ao seu filho. O encantamento é quebrado quando Harry completa 17 anos e sai da casa dos tios trouxas. Harry Potter precisa então enfrentar grandes desafios, que incluem sobreviver à morte e matar seu maior inimigo.

Anúncios