Foto para capa da maatéria/ foto: Fernando Young/Divulgação
Foto: Fernando Young/Divulgação

Por Luiza Gould

Caetano no palco do Teatro Popular
Caetano no palco do Teatro Popular/ Foto: Reprodução

Ele cantou, dançou, deitou no palco e fez 15 mil pessoas vibrarem com músicas de sucesso como “Você não entende nada”, “Luz de Tieta” e “Eclipse oculto”, além de novos hits. Foi assim que Caetano Veloso trouxe sua turnê Abraçaço para Niteróina noite do último domingo, 29 de setembro. O cantor subiu no palco às 21h30 e por mais uma hora contagiou o público. A música faz parte do último disco da trilogia de Caetano com a banda Cê no fechamento de um ciclo iniciado em 2006. Na cidade sorriso a apresentação fez parte do Circuito Quatro Estações da Música. A entrada ficou por conta apenas da doação de um quilo de alimento não perecível que será distribuído a instituições de assistência social da cidade. Para abrir o show, que ocorreu no Teatro Popular, duas bandas locais, esquentaram os tamborins: o Bloco Patuá trouxe samba, frevo e marchinhas e foi seguido pela Banda Naiah com repertório de reggae, hip hop e rock além de participação especial da atriz Samantha Schmütz.

Caetano Veloso e Banda Cê: parceria desde 2006 agora em despedida na turnê Abraçaço
Caetano Veloso e Banda Cê: parceria desde 2006 agora em despedida na turnê Abraçaço

Nos palcos desde março deste ano com sua turnê, Caetano Veloso já passou por diversas cidades brasileiras como Fortaleza, Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, além do Rio de Janeiro, onde fez o primeiro show no lotado Circo Voador. Assim como ocorreu em Niterói, na apresentação, Caetano dividiu o palco com Pedro Sá, Ricardo Dias Gomes e Marcelo Callado, os integrantes da Banda Cê.

O trio fez parceria com o cantor em dois álbuns anteriores – Cê (2006) e Zii e Ziê (2009). Em entrevista ao jornal O Globo no final do ano passado, Caetano Veloso difere o atual trabalho dos anteriores pela melancolia presente nas músicas, tendo como um de seus principais exemplos a própria música Abraçaço, que conta uma história de desencontro com a mulher amada.

O Circuito Quatro Estações da Música, que trouxe Caetano Veloso à Niterói, é um projeto da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói e conta ainda com o patrocínio da Águas de Niterói. O circuito tem como objetivo realizar shows com nomes consagrados da música brasileira sempre no início de uma nova estação do ano. No dia 7 de abril, marcando o início do outono, quem pisou no palco montado na praça do Teatro Popular foi Gilberto Gil. Pela primeira vez se apresentando na cidade, Gil trouxe um repertório recheado de sucessos. Antes dele, o público pôde conferir ainda uma apresentação da Orquestra Sinfônica Ambulante, da banda Dizcoé e do cantor Juliano Antunes. Ao todo, a prefeitura estima que marcaram presença naquele evento 18 mil pessoas e foram arrecadadas mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis. E para o início da primavera não foi diferente. Para fãs do cantor, como Mianon Nascimento, 24, estudante universitária, o show foi inesquecível: “Caetano é carismático no palco e os músicos excelentes, a sintonia entre eles é muito bonita”, atesta. A estudante, que passou a gostar do cantor por influência da mãe, chegou ao teatro popular antes das 18h para ficar no melhor lugar. Mas, para ela a espera foi recompensada: “O show foi ótimo, a qualidade do som excelente e a presença de palco do Caetano é indescritível.” Assim como Mianon, o público não deixou de comparecer para prestigiar outro grande ícone da música que presenteou Niterói com um grande abraço, um abraçaço.

Anúncios