Por Bárbara Fernandes

The CW Network Summer 2011 TCA
Todo trabalhado na sensualidade

(Só para relembrar: “Showrunner” é um termo usado na indústria de televisão americana se referindo à pessoa que é responsável pelo dia-a-dia operacional e criativo de uma série de televisão – essas pessoas geralmente são creditadas como operadores executivos ou produtor supervisor. – Wikipedia)

Sou extremamente suspeita para falar de Titio Kevin Meade Williamson, já que ele é – sempre foi e sempre será – aquele que está há alguns anos runneando ataques cardíacos múltiplos no meu coração. E antes de entrar nos fatos e enumerar a quantidade de vampire diaries coisa boa que ele fez para a humanidade, preciso pedir para que você leitor, esqueça a verdade jornalista e a apuração dos fatos e veja esse artigo quase como propaganda, porque sou incapaz de falar mal desse ser: o mestre dos plots twists carpados, dos cliffhangers enlouquecidos, das seasons finales mais geniais e embasbaquecedoras de todas. (Não conhece esses termos? Fique de olho! Em breve faremos uma matéria mais que especial sobre esse vocabulário que só os maníacos por série conhecem.)

Vou começar pelo começo para falar da carreira desse diretor, produtor, roteirista, gênio, bilionário, playboy, filantropo, e multi talentoso lindo. E posso apostar toda a minha fortuna e bens –cof cof vinte reais que achei no ônibus voltando do fonseca cof cof – que você já viu algo roteirizado/produzido ou dirigido pelo Kevin. Ou vai me dizer que você estava em coma por 20 anos e nunca viu “Eu sei que vocês fizeram no verão passado (1997)” ou “Pânico” (qualquer um dos quatro filmes)? E é essa uma das especialidades de Kevin: filmes em que adolescentes bonitos são assassinados de alguma maneira horrorosa por um assassino que ninguém sabe quem é. Na lista também estão os filmes Amaldiçoados (2003) e Tentação Fatal (1998).

A primeira experiência bem sucedida de Kevin no mundo das séries foi algo completamente diferente do usual desse showrunner. Nada de sangue, tripas e efeitos sonoros com pianos macabros. Foi na verdade, a queridinha dos americanos e uma das séries mais conceituadas para o público jovem: Dawson’s Creek. Que conta a história de adolescentes fazendo adolescentices, o sonhador Dawson Leery, interpretado pelo lindo – só que não – James Van der Beek, e seus amigos Joey Potter (ex mulher do Tom Cruise Katie Holmes), Jen Lindley (Michelle Williams), Pacey Witter (o cara de fringe Joshua Jackson) e Jack McPhee (Kerr Smith) vivendo altas aventuras e aprontando todas (é, eu nunca vi Dawson’s).

Após fracassos como Wasteland, Glory Days e Hidden Palms. Séries que não chegaram nem a ser renovadas para segundas temporadas, Kevin acertou em cheio ao decidir adaptar os livros de L.J Smith: The Vampire Diaries (Diários de um vampiro). A série estreou na televisão americana pela emissora The CW em 10 de setembro de 2009 e segue os eventos da cidade de Mystic Falls, Vírginia, que é assombrada por seres sobrenaturais. Um dos foco da série é o triângulo amoroso entre a protagonista, Elena Gilbert (Nina Dobrev) e os irmãos vampiros, Stefan (cara de broa Paul Wesley) e Damon Salvatore (lindo tesão bonito e gostosão Ian Somerhalder) .

Lendo assim, parece que a série se resume a um singelo romance adolescente aos moldes de Crepúsculo. E apesar das similaridades, Vampire é a série para o público jovem mais bem escrita da televisão. Mas não quero me alongar nesse tema, porque essa série me dá material para escrever toda uma monografia. O que realmente me interessa em mencioná-la é poder destacar para vocês como a presença de Kevin, do individuo com suas as ideias e criações é de suma importância, já que nessa quarta temporada, Kevin se retirou do comando da série para dar vida a outro de seus sonhos (The Following), e assim, a trama desandou tanto, mas tanto, que Vampire até deixou de ser minha série favorita (olha o absurdo), e agora realmente começa a se resumir a um triângulo amoroso crepúsculesco.

Então, apesar de todo amor que meu coração já sente por The Following, série sobre assassinatos, suspense, Edgar Allan Poe, cultos de internet, gente com olhos arrancados e todas essas coisas legais e divertidas, quero pedir, implorar, ajoelhar no milho e rogar: Volta pra vampire, Titio Kevin. A gente te ama ❤
Até a próxima, pessoal.

Anúncios